quarta-feira, 18 de junho de 2008

Árvores do Alentejo










Horas mortas... Curvada aos pés do Monte
A planície é um brasido... e, torturadas,
As árvores sangrentas, revoltadas,
Gritam a Deus a bênção duma fonte!
E quando, manhã alta, o sol posponte
A oiro a giesta, a arder, pelas estradas,
Esfíngicas, recortam desgrenhadas
Os trágicos perfis no horizonte!

Árvores! Corações, almas que choram,
Almas iguais à minha, almas que imploram
Em vão remédio para tanta mágoa!

Árvores! Não choreis! Olhai e vede
- Também eu ando a gritar morta de sede,
Pedindo a Deus a minha gota de água!


Florbela Espanca



36 comentários:

Paradoxos disse...

Gosto muito da poesia dela!

Ser Florbela é ser mais alta que as mulheres :-)
adorei!

Anita disse...

Amizade é amor com entendimento.
Obrigado pela tua amizade.
Mil beijinhos.
Bom fim de semana.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Carla disse...

que belas imagens de uma linda região...e Florbela é sempre e só ela mesma
bom fim de semana
beijos

Luis Eme disse...

apesar de sofrida, a poesia da Florbela é extremamente bela e sentida...

abraço Gaivota

O Profeta disse...

Muito bonito o teu post...um encanto...~




Doce beijo

Brancamar disse...

Espectacular associação de imagens e poesia.
Gostei muito. Lindas árvores as do Alentejo, resistentes à secura e sempre erguidas para o céu.
Deixo-te beijinhos e votos de Bom fim de semana.

Sophiamar disse...

Gosto da poesia dela, do seu Alentejo, da sua Vila Viçosa, dos cantares dolentes das suas gentes, da gastronomia...de tudo.

A planura da região dá-me tranquilidade.

Beijinhos

ondina disse...

lindo
lindo
adoro
o oiro ardente do alentejo
que saudades minha gente

"SAUDADES!sim...talvez...e pq não?...
se o nosso sonho foi tão alto e forte
que bem pensara vê-lo até à morte
deslumbrar-me de luz o coração!"

bjs de amor

Multiolhares disse...

Quantas almas choram pelo tédio da vida
Quantas almas choram por estarem secas de emoções
beijinhos

gaivota disse...

paradoxos
é isso mesmo, mais alta que as mulheres!...
beijinhos

gaivota disse...

anita
minha querida, a amizade é para se sentir e sentir!
que Deus te acompanhe
beijinhos

gaivota disse...

carla
florbela, alentejo/ alentejo, florbela
bom fim de semana também para ti
beijinhos

gaivota disse...

o profeta
obrigada meu amigo,
beijinhos grandesssssss

gaivota disse...

brancamar
alentejo ergue-se ao céu!
beijinhos

gaivota disse...

sophiamar
minha querida é como dizes, é o que sinto quando ando pelo alentejo
aquelas pousadas, divinas, gastronomicamente fantásticas!!!
beijinhos

gaivota disse...

ondina
amorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr
anda, vamos mostrar a planície alentejana às nossas princesas e
a esse companheiro que se vai deslumbrar com estas "farms", diferentes da dele...
mil beijosssssssssssssssssss
marejados da nossa praia, linda, à tua/vossa espera

o das caldas disse...

É sempre bonito. É eterno.
2 beijinhos

Chinha disse...

Sempre fabulosa e eterna esta Flobela Espanca.
Enche-me a alma quando a leio.

Bom Fim de Semana

bjinhos

mundo azul disse...

Lindíssimo o poema!
Florbela Espanca é maravilhosa...
Beijos de luz e um dia feliz!!!

jasmimdomeuquintal disse...

Gosto muito de Florbela espanca, apesar da tristeza...
Bom fim de semana

São disse...

Grande escolha, a de Florbela. E bem acompanhada por bonitas fotografias.
Óptimo fim de semana com os teus.

gaivota disse...

o das caldas
é isso, meu, sempre eterno!
cavaquinhassssssssssssssss

gaivota disse...

chinha
desde muito jovens que nos habituamos a gostar se florbela,
ainda me lembro de ser jovem...
beijinhos

gaivota disse...

jasmimdomeuquintal
é como dizes, minha amiga,
florbela espanca, intemporal...
beijinhos

gaivota disse...

luis eme
saiste da ordem...
sorryyyyyyyyyyyyyyyyyy
e é um facto, sofrda e presente
beijinhos

gaivota disse...

são
gosto muito, sempre gostei de florbela, acho que faz parte do nosso crescimento...
beijinhos

gaivota disse...

mundo azul
é como dizes, florbela é uma marca!
felizmente!!!
cultura portuguesa
beijinhos

rendadebilros disse...

Aqui por estas terras, é o paradoxo, num dia é Inverno e, no dia seguinte, calor... que já vai sendo preciso para animar... e ir por esse areal fora...para matar a sede de Verão... que a Florbela tinha sede de amor...e serenidade.
Bom fim de semana.

gaivota disse...

rendadebilros
aqui parece que vai ser inverno outra vez...
serenidade, sim!
beijinhos

gaivota disse...

multiolhares
minha querida, nem te tinha "visto"...
quantas almas choram... por tanta coisa...
beijinhos grandes

A Flôr disse...

Mas na hora de maior calor, o melhor mesmo, é ficar sentadinha debaixo de um chaparro! Eh ehehe dormindo uma sestinha! ihihih

Gostei das fotografias!

Amiga, ando muito cansadita, sem tempo para mimar os/as amigas/os... mas quero que saibas que te gosto muito! :)

Flor com saudadinhas

Boa semana para ti querida :))

gaivota disse...

a flor
também eu, minha amiga...
mudanças e muita "tralha", muito carrego, muita arrumação...
beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
amiga
,
á pililipares lindos,
,
jinos nazarenos,
,
*

Fa menor disse...

Florbela Espanca...
Poesia que admiro!
Obrigada por trazê-la aqui!

Beijinho

gaivota disse...

poetaeusou
carinha larocaaaaaaaaaaaaaaaa
pipilares também!

gaivota disse...

fa menor
também gosto muio de florbela espanca e de toda a sua peosia
beijinhos