quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Diferente...


e cá tou a ralhar com o sol... e com um pouco de vento que se levanta ao fim da tarde!
faço publicidade ao meu amgo SLAVO, com a camisola do restaurante... (à borla!!!)

eles... ali... eu cá em baixo!

uma paisagem diferente...


Zeca Afonso, sempre!

Por outras terras, outras paisagens, outros frios, outros sóis... hoje tinha que aqui chegar e juntar-me a todos os amigos que também se lembraram do nosso Zeca!
Bem-hajas, Amigo, descansa em paz, és e serás sempre lembrado!

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Má temp' e carnaval!



As minha gaivotas que já me conhecem... é fantástico! estão em bando no meio da praia, veêm-me chegando e começam a pilipar bem alto e a levantar voo para junto de mim... dou-lhe o pão aos pedacinhos, que vou juntando, e depressa o comem!

Estava assim ontem de manhã... a crescer... vêm aí ondas de 10 metros! e o Cláudio lá estava a proteger o restaurante do Toino, com taipais... porque ainda está bem presente a última volta de mar que entrou pela vila adentro!


Mais carnaval!!!
a nossa gente é à séria! não há trapaça nem enleios, brinca-se com muita música e alegria!

e digam lá se a Nazaré não merece ter o reconhecimento de "língua própria"...

'TÃO OLH'S-DE-BOI NO CÉU, É SINAL DE MÁ'TEMP'"
Estão olhos de boi no céu, é sinal de mau tempo.
'Olh's-de-boi' no céu é sinal que o mar vai ficar bravo ou que vai fazer muito vento. É costume aparecer só um olho-de-boi no céu, ocasionalmente aparecem dois - um de cada lado do Sol.

E o mar não chegou a galgar o 'padrão'! mas muito vento levantou ondas carregadas de areia que deixaram a sua marca pela vila, tendo mesmo caído uma árvore na praça dos cafés...

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Desanuviando confusões...


O célebre melhor bolo de chocolate do mundo!

Vicente, estas mãozinhas também irão dedilhar qualqeur instrumento...

A atenção antes da audição, observando bem os instrumentos...
video

E também chegou uma mensagem de parabéns de mais longe!... (obrigada, filha!)
O chefe da casa completou 60 anos!
há dias "apagados", sem movimento e que nunca mais acabam! e outros que as 24 horas não chegam, de todo!
O mês que começou com o acidente da minha filhota, parada numa passagem de peões, e zás! uma pancada por trás... o susto, os nervos, o abanão da viatura, o menino assustado, e um segundo para sair do carro e tirar o Vicente! estavam bem, mexiam-se, junta-se gente, palpites no ar, a ambulância, a polícia, o hospital... as consultas, raios X, análises, ortopedia...
e as companhias de seguro... e a participação da culpada que não "entra"...
e o S. Brás na Nazaré (e nós aqui...) e uma reunião em Caldas (e eu aqui - "estão bem, só precisam de vigilância"...) e de facto estão bem, os meus acidentados, ficaram aqui conosco, mas sem preocupação, graças a Deus! Fizemos a comemoração do S. Brás, chouriças e morcelas e entrecosto!
Entretanto, peritagens e entendimento e participação e auto de ocorrência, sei lá! ainda nada está despachado!
Idas a Lisboa, por isto e depois por aquilo...
mas neste dia 8, o meu príncipe Martim tinha a audição de clarinete! um mês de instrumento, 25 minutos de aula por semana, entre afinação e risos (...) sempre se consegue alguma coisa, porque tem a música dentro dele! já era complicado há 30 anos ir assistir às audições da mãe, a tocar flauta, dançava toda com a flauta nas mãos (e dança, porque ainda toca) e agora com o Martim, e ser avó, é muito mais difícil! e compõe músicas, o meu menino, e toca para todos...
e o avô fez anos, jantámos todos e houve um bolo, de choclate, o melhor do mundo!, dizem eles... é muito bom, dali, em campo de ourique!
É assim, entramos mais um ano, as confusões continuam, ninguém faz nada com a cabeça em cima dos ombros, é tudo no ar!!!
um dia relato aqui as "habilidades" em que me metem desde há uns anos...
e são elas as espertasssssssssssssss (ora se não fossem...!?!?!?!?!?)
O mundo vai todo torto, às avessas, por todo o lado, por isso é que mesmo sem votarmos "neles"... continua a ser o que é e com os ditos "eles" nos poleiros!!!

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

NAZARÉ - canta Zé Rui




Mais um bocadinho da nossa praia, a Nazaré, na voz do Zé Rui.
Bem hajas, amigo, mais um carnaval na tua ausência, onde quer que estejas, bem sabes que não te esquecemos e em cada marcha há um cheirinho de ti...
Descansa em paz!