sábado, 24 de novembro de 2007

RECORDAR COM SAUDADE

Canta-me cantigas, manso, muito manso...
Tristes, muito tristes, como à noite o mar...
Canta-me cantigas para ver se alcanço
Que a minh'alma durma, tenha paz, descanso,
Quando a morte em breve, ma vier buscar!...
(Guerra Junqueiro, in "Regresso ao Lar")

Mãe! ata as tuas mãos às minhas e dá um nó cego muito apertado!
Eu quero ser qualquer coisa da nosssa casa. Como a mesa.
Eu também quero ter um feitio que sirva exactamente para a nossa casa, como a mesa.
Mãe! passa a tua mão pela minha cabeça!
Quando passas a tua mão na minha cabeça, é tudo tão verdade!
(J. Almada Negreiros, in "Mãe")

E partiste, com tanta dor, tanto sofrimento...
deixaste-nos, e fizeste um pedido...
mas, sabes, não foi nem nunca será cumprido...

tantos e tão poucos, que pena...
que vergonha...

a saudade num beijo para ti

10 comentários:

Rosa Maria disse...

A Saudade quando nos faz sofrer dói sempre tanto...
Especialmente quando é de alguém muito querido!

Um grande beijo

gaivota disse...

rosa maria
obrigada, é assim, é terrível, vai-se um bocado de nós mesmas...
e o tempo passa, teima em passar, e nada se resolve dentro da nossa alma
beijo grande para ti

samaria disse...

que saudades que tenho tuas. temos. a saltinhos tb. e que eu vou pó mar tb.
quem me dera que estivesses aqui

gaivota disse...

samaria
quem me dera tar aí... com meias pantufas pós pés e saltinhos ao colinho e miminhos de ó-ós da sardinha cor de prata...
muito amor nos beijos que vos dou

poetaeusou . . . disse...

*
Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua
Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais
funda do que a tua.
*
in-Sophia de Mello Breyner
*
bji
*

gaivota disse...

poetaeusou
é tudo verdade, por isso brindemos à verdade!
às vezes, isso é outra conversa.........
obrigada pela voz da sofia
beijito

PoesiaMGD disse...

É tudo tão verdade... Lindo!
Um beijo

http://www.escritartes.com/forum/index.php?referredby=3

multiolhares disse...

A saudade dói
A vida dói
Mas existem momentos, instantes,
De felicidade, são esse os momentos
a recordar dos que partiram, mas para sempre
Ficarão
Beijinhos
luna

gaivota disse...

poesiamgd,
só uma mão nágica, de mãe,ou aliás, de MÃE, pode translitir a verdade nesta passagem...
beijos

gaivota disse...

a saudade dói, a vida dói, a morte, essa não dói!
é muito difícil...
igual a quem tem 4 patas e ataca para se defender, mata porque tem fome...
e se tem 2 pernas, como se chamam?
estes é que são perigosos, umas feras!
adoro os animais!
beijinhos