sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Por aqui


O nosso coelhinho, o Tonho!

E neste quentinho de calor, amor, recordações e paz... esta casa fala tantooooooo

E lá vão elas a recolher a casa, depois de um dia no pasto e um passeio até à vila mais próxima, já ali abaixo

E surge o arco íris! ali naquela ponta está o tal pote de moedas de oiro! (é onde mora a minha filha e os meus príncipes mais crescidos...)

Mesmo chovendo, lá vai o nosso "almeida" varrendo a rua e tirando o lixo!

Num canto de Portugal, uma aldeia ou um lugar, é o campo, bucólica presença de um mundo diferente, fora de agitação e balbúrdia, todos se conhecem e cumprimentam, não há pressas, tudo tão diferente das gentes de Lisboa, já ali, a escassos kilómetros, ou de outras cidades ou grandes centros urbanos! É a paz mais que reconhecida e sempre tão preferível ou necessária à agitação do quotidiano em que se vive.
A zona para viver mais agradada por tantos amigos e familiares... os meus sogros moradores da grande Lisboa, em pleno Bairro Alto, a minha mãe, também em Lisboa, mas no Bairro de Alvalade... todos sentiam o cheiro do campo das suas raízes aldeãs, traziam couves, alfaces, para dispôr, rosas e outras plantas para plantar... alindávamos o espaço! havia o King e Nancy e depois de tantos anos foi o regresso, e houve o Tonho... "Avó, gosto tanto da tua casa... a do coelhinho..." era a Maria! e a Raphaëlla "Eu também..." e o Martim "Vó, tu deste-me esta casa, não foi...???" e o Salvador, nasceu aqui! e o Vicente já conhece todos os cantinhos, chega aqui, corre pela cozinha direitinho à porta para o quintalito, onde outrora encontrava o Tonho... e lá vai tentando a brir a porta e a "chamar" o Tonho...
Em paralelo temos a Nazaré, praia, vida, convívio, um pouco da quietude diferente!

20 comentários:

RETIRO do ÉDEN disse...

Obga. Amiga pelo teu carinho pelo meu pai e nossa família.
Lindo o local onde habitas...e perto da tua filhinha...em pensamentos todos vós estão juntinhos.
Abraço
Mer e família

São disse...

lindo, querida , lindo!

Um excelente fim de semana, mana.

Multiolhares disse...

São recordações, são momentos de nostalgia que o tempo de chuva humedece o coração, beijinhos querida

Rosa Carioca disse...

Como a entendo!

lili laranjo disse...

São

Estava tudo bem...
Obrigada pelo teu cuidado

Adorei o teu espaço e a beleza da natureza..


UM BEIJO

Carminda Pinho disse...

Gostei. Gostei muito de te ler.
Sente-se o carinho pela terra e a paixão pela família...

Beijinhos

rendadebilros disse...

Aí e aqui só se está bem à lareira... beijos. Bom domingo.

Lilá(s) disse...

São tão bons esses espaços, poder mudar de casa e lugar é privilégio só de alguns, saibamos aproveitar, eu sei e parece que também sabes...
beijinhos

lua prateada disse...

É...que maravilha, uma casa uma família...o sonho...! o fogo aceso, o aconchego do lar e fora da multidão...
Felicidades para sempre...
Carinho prateado

SOL

gaivota disse...

retiro do éden
recordo-vos tanto... sinto saudades, é claro, de caldas, daquele tempo!
vamos ou passamos por lá muitas vezes, em trabalho e também para visitar "alguéns", mas não me sabe bem!
beijinhos a todos aí em casa

gaivota disse...

são
obrigada, minha irmã querida!
beijinhos grandes

gaivota disse...

multiolhares
é a saudade, a nostalgia do inverno!?!?!?!?
também, minha querida!
beijinhos

gaivota disse...

rosa carioca
beijinhos!

gaivota disse...

lili laranjo
o livro está lindo, minha amiga!
obrigada
beijinhos

gaivota disse...

carminda pinho
quem sente a família... só pode saber demonstrar!
quem não tem "atrás"... é frio, desumano mesmo!
o teu afonso está lindo!!!!!!
beijinhos

gaivota disse...

rendadebilros
voltou a arrefecer... a lareira continua acesa!
beijinhos

gaivota disse...

lilá(s)
sim, minha querida, podendo acontecer esse previlégio, é saber estimá-lo...
beijinhos

gaivota disse...

lua prateada
será um sonho? um bem conseguido com muito esforço, muita luta, é uma parte dum garnde sonho já realizada...
beijinhos

Mariz disse...

Querida
Gostei muito de ter acompanhado esta visita guiada que nos proporcionaste.
Vou tentar colocar a tua foto maior porque este blog merece que a mesma seja sem ser com fita cola - rssrsr
O facto de ter fechado o blog não deixarei as verdadeiras amigas até porque não temos apenas esta via.
E a chuva que nunca mais pára!
Espero que continues dando conta de como vais e a tua vida menos complicada....pelo menos aqui é tudo bem e doce.

Deixo-te o meu olhar sereno e uma mão cheia de flores..ainda as há por aqui.
Beijo terno
Sempre...
Mariz

gaivota disse...

mariz
obrigada, minha querida!
vou tentar "agarrar" a foto para pôr aqui, mas este computador está mesmo a querer desaparecer... pode ser que consiga arranjar outro, agora, nos saldos...
por aqui já há floritas a quererem despontar da terra, ingenuamente...
claro que temos sempre outras maneiras de comunicar!
deixo-te beijinhos e todo o meu carinho