terça-feira, 9 de junho de 2009

Tu és um insecto!

Foto das gentes do mar, na exposição "Vivências", no Centro Cultural da Nazaré


Um pescador a caminho do mar...


TU ÉS INSECTO


Em plena faina do mar, dois pescadores travaram-se de razões e entre muitos nomes que chamaram um ao outro, destaca-se o seguinte diálogo:

1ºPescador - à repá... Tu nem a áuga que bebes mareces. És um ranhôse. À repá, tu és um inséte!...

2ºPescador - s'eu sõn um e sete, tu és um e oite!...


Nazaré, Suas histórias e suas gentes - Joaquim Pimenta



50 comentários:

anad disse...

São deliciosas estas histórias. Eu passei com os meus pais um mês de férias na Nazaré, quando tinha onze anos e um dia assisti a uma zanga entre marido e mulher. Ela atirou roupa para o chão e pisando-a gritava «Ai os mê ricos dezasseis anes» repostando-se à idade que tinha casado. Nunca me esqueci.
Beijinhos
Anad

gaivota disse...

anad
ainda é assim, minha amiga!
mas esse caso foi até muito suave!!!
beijinhos

Isa disse...

E q.cheirinho deitam os manjericos..
Deliciosas as frases do nosso Povo!
Beijo.
isa.

Viviana disse...

Olá Gaivota linda

Que saudades destes trajes com que os pescadores se vestiam quando eu em criança ia á praia da Nazaré!

Continuam a ser lindos!

E a conversa está engraçada!

Eles falam mesmo assim...

tenha um lindo dia

Um abraço

viviana

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, belas fotografias...bela história passada no mar...Espectacular....
Beijos

Eduardo Aleixo disse...

Que delícia!
Que linguagem maravilhosa!
Que rica estória!
Gostei muito.
Beijinhos e boa semana.

lilás disse...

Uma delícia! maravilha!
Bjs

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA MANINHA, LINDA POSTAGEM A TUA, MARAVILHOSA... ADOREIIIIIIIII.
ABRAÇOS DE MUITA AMIZADE E CARINHO,
FERNANDINHA

Anita disse...

Amigos são como pedras preciosas.
Brilham por onde passam e sempre deixam um rasto de ternura e amor!

Obrigado pela tua amizade.
Bons feriados amiga. Aproveita bem!!!

Beijinhos.
Fica bem. fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

gaivota disse...

isa
o nosso povo e o seu falejar sempre delicioso!
beijinhos

gaivota disse...

viviana
a conversa é assim, ainda hoje se fala assim entre pescadores e gentes de praia!
beijinhos

gaivota disse...

fernando santos (chana)
é sempre tão bom recordar e assistir a esteas conversas...
fico-me assim, pelas minhas gentes de mar!
beijinhos

gaivota disse...

eduardo aleixo
obrigada, amiga, estas histórias de homens de mar, ainda vivos!
sempre de encantar quem os vai ouvindo...
beijinhos

gaivota disse...

lilás
pois é... uma maravilha!
beijinhos

gaivota disse...

fernanda &poemas
maninha, coisas do nosso povo nazareno e ralhos de mar!
beijinhos

gaivota disse...

anita
como tu, minha amiga, uma pedra preciosa...
fica bem, fica com Deus
beijinhos

Isa disse...

Que tenhas um bom 10 de Junho!
Cada vez Amo mais este nosso Portugal!
A minha Mãe dizia que o filho q.
mais erros cometia devia despertar mais atenção e cuidado...
Neste caso uso a metáfora...
Beijo.
isa.

gaivota disse...

isa
sempre bem utilizada...
a razão e sabedoria das palavras das mães!
beijinhos

Vivian disse...

...estas historinhas
de gente,
nos encantam...

lindas imagens!

bjuuuuuu

Multiolhares disse...

São mesmo histórias, mas que se passam ainda nos dias de hoje, olha neste momento o piqueno esta aqui a contar uma das historias antigas.

Namastê

Menina do Rio disse...

Nada igual a nossa língua! O importante é que seja compreendida...

Tem um ótimo feriado

beijos

Lena disse...

São pequenas coisas assim que gostamos de ouvir;
e escutar, ouvir falar essa gente da Nazaré é demais de bom....

Beijinhos

anad disse...

Bons feriados.
Beijinho
Anad

Carminda Pinho disse...

Ahahahah!!!
Tu sabes cada estória...:)

Beijos, Gaivota.

Vicente disse...

O que me impressiona, minto e não merece, queria dizer eu que o que INVEJO é essa sua constante boa disposição como se fosse preciso tão pouco...como, de alguma forma, fosse feita uma qualquer triagem e o seu mar nunca está bravo...e a areia sempre está limpa...enfim, invejo o seu espírito...é uma das coisas que me faz visitar este espaço...quando saio vou mais leve, mais descontraído, mais crente, mais esperançoso...vou mais.

Abraço

gaivota disse...

vivian
historinhas reais, amiga!
beijinhos

gaivota disse...

multiolhares
pois claro, luna, quando aí o piqueno não conhecer estas coisas e estas gentes, quem há-de saber???
beijinhossssssssssssss

gaivota disse...

menina do rio
sim, sim, mas às vezes quase precisamos de dicionário...
lolololol
beijinhos

gaivota disse...

lena
é bom demais, e mais para ti, aí...
sentes-te mais aqui pela praia!
beijinhos

gaivota disse...

anad
obrigada e bons feriados também para ti
beijinhos

gaivota disse...

carminda pinho
histórias daqui, das nossas gentes, histórias vivas saídas das bocas dos próprios!
beijinhosssssssssssssss

gaivota disse...

vicente
o mar às vezes também se zanga, embravece... mas muito menos que antigamente! agora limpeza e alegria não falta nunca!
beijinhos

Isa disse...

Que bom teres estado com os teus Netos.Beijinhos para eles.
Os meus estão no Brasil,em Porto Alegre.Vou notar uma grande difererença na Maria...
Beijo.
isa.

gaivota disse...

isa
sim, minha querida, estes moram aqui mesmo pertinho de mim, vejo-os com certa frequência...
as minhas meninas é que estão lá pela holanda, em alkmaar... dói mais... há 7 meses que não vejo, só fotos e telefonemas...
o outro príncipe há-de chegar em setembro e ficará por aqui, pertinho também!
vais sentir grandes diferenças nos dois, mas na tua princesa..., claro!
beijinhos

GarçaReal disse...

Como sempre hilariantes estas tuas histórias.

Um sorriso bom e agradável para este feriado.

Espero que descansas e relaxes nesta folga.

Um bjgrande do Lago

Maria Faia disse...

Estou a imaginar este diálogo no típico sotaque nazareno...
Gente simples mas leal, franca e amiga do seu amigo.
Gostei de ler vizinha.

Um beijo amigo com votos de feriado feliz,
Maria Faia

Vieira Calado disse...

O pessoal do mar é único, na sua linguagem e imaginação.

Acontece que também tenho Histórias de Lagos & Arredores, ed. C.M.Lagos, onde também tento reproduzir a fala
dos pescadores.

Boa noite Stº António

e bom dia

claro!

rendadebilros disse...

Sabes que há anos ( muitos mais do que parece LOL) , por este dia, 10de Junho, ainda no antigamente, andava eu no Rainha Santa Isabel ( Liceu, já não existe, acabou-se , findou-se, desapareceu, fomos - algumas alunas- dançar duas ou três danças da Nazaré num pavilhão do Porto, agora já não me recordo qual, foi um sucesso especialmente o facto de dançarmos descalças... EHEHEH ,vê lá o que me fizeste recordar...
Beijos.
Bom feriado...

Maria Emília disse...

São curiosas estas histórias e há-as por todo o lado. De Vila Nova de Fozcoa, terra de que gosto muito, conta-se que certo dia um lavrador chegou a cada e disse ter visto uma lebre grande e gorda mas não a conseguiu apanhar."Se a tivesse apanhado", dizia o homem, 2que rico guisado com batatas fazias,ó mulher". "Pois fazia, já me lambo". "E eu também posso comer", perguntou o filho mais velho, "claro que podes". "E eu posso molhar o pão no molho", pediu o mais novo. "Não podes nada" disse o mais velho.
"O pai o mano não me deixa molhar o pão no molho".
Um beijinho, Maria Emília

Chinha disse...

Em fim de tarde , uma leitura leve e que dá um sentido de humor a esse entardecer.

Gostei

bjinhos e bom final de feriado

Deusa Odoyá disse...

Olá minha linda amiga.
Não conheço Nazaré, mas deve ser uma cidade de muitas histórias interessantes.
parabéns , as fotos estão muito significativas.
Uma semana de muitas glorias e luz.
Fqiue na paz.
Regina Coeli.

gaivota disse...

garça real
obrigada, descansar... relativo...
dois "índios" com 6 e 2 anos..
lololololol
para estragar, sempre! que bom ser avó!
beijinhos

gaivota disse...

maria faia
penso que ao leresz estes diálogos consegues "ouvi-los" ao natural no lindo tom/sotaque nazareno...
e conheces bem tudo isto!
beijinhos

gaivota disse...

vieira calado
sim, já me tinhas falado nesse teu livro de temas de mar e gentes da pria... é sempre bom, único e natural!
beijinhos

gaivota disse...

rendadebilros
boas recordações despertei por aí!
dançar de pé descalço, à moda da praia e nas palavras do nosso povo!
beijinhos

gaivota disse...

maria emília
que linda história também aqui deixas... mas era assim, de facto!
outros tempos!
beijinhos

gaivota disse...

chinha
histórias de enternecer estes tempos na qualidade de outros tempos!
beijinhos

gaivota disse...

deusa odoyá
uma terra única em portugal!
vila piscatória do mais lindo que pode haver!
gentes simples e de palavriado puro!
beijinhos

Chris disse...

Deliciosas historias, mas a fotografia é excelente, a nevoa cria um ambiente muito bonito

gaivota disse...

chris
obrigada!
beijinhos