segunda-feira, 29 de junho de 2009

Le Petit Prince
























Antoine-Jean-Baptiste-Marie-Roger Foscolombe de Saint Exupéry, filho do conde e da condessa de Foscolombe - 29 de Junho de 1900, Lyon / 31 de Julho de 1944, Mar Mediterrâneo, foi escritor, ilustrador e piloto da Segunda Guerra Mundial.

Faleceu durante uma missão de reconhecimento sobre Grenoble e Annecy. Em 3 de Novembro, em homenagem póstuma, recebeu as maiores honras do exército. Em 2004, os destroços do avião que pilotava foram achados a poucos quilómetros de Marselha, seu corpo jamais foi encontrado.

Suas obras foram caracterizados por alguns elementos em comum, como a aviação, a guerra.

Também escreveu vários artigos para alguns jornais e revistas da França e outros países, sobre mais assuntos, como a guerra civil espanhola e a ocupação alemã da França.

No entanto, deve-se dar uma atenção a este último, O Pequeno Príncipe (O Princepezinho, em Portugal) (1943), romance de maior sucesso de Saint-Exupéry. Foi escrito durante o exílio no Estados Unidos, quando fez visitas a Recife. E para muitos era difícil imaginar que um livro assim pudesse ter sido escrito por um homem como ele.

O Pequeno Príncipe é uma obra aparentemente simples, mas, apenas aprentemente. É profunda e contém todo o pensamento e a "filosofia" de Saint-Exupéry. Apresenta personagens plenos de simbolismos: o rei, o contador, o geômetra, a raposa, a rosa, o adulto solitário e a serpente, entre outros. O Pequeno Príncipe vivia sozinho num planeta do tamanho duma casa que tinha três vulcões, dois activos e um extinto. Tinha também uma flor, uma formosa flor de grande beleza e igual orgulho. Foi o orgulho da rosa que arruinou a tranquilidade do mundo do pequeno príncipe e o levou a começar uma viagem que o trouxe finalmente à Terra, onde encontrou diversos personagens a partir dos quais conseguiu descobrir o segredo do que é realmente importante na vida.

É uma obra que mostra uma profunda mudança de valores, que ensina como nos equivocamos na avaliação das coisas e das pessoas que nos rodeiam e como esses julgamentos nos levam à solidão. Nós nos entregamos a nossas preocupações diárias, nos tornamos adultos de forma definitiva e esquecemos da criança que fomos.

Amar não é olharmos um para o outro, mas sim olharmos ambos na mesma direcção

(foto pequena e texto retirados do google)

(outras fotos, das paredes do quarto dos meus príncipes!)

42 comentários:

Isabel José António disse...

Que bonito e apropriado recordar aqui o autor do Princepezinho! Todos os seus livros são muito tocantes, e especialmente esse, que ao longo da vida li e reli com emoção tantas e tantas vezes!

É verdade que andámos um pouco ausentes, mas foi porque tivemos problemas no nosso computador e o muito trabalho do costume. Agora estamos de regresso com novos posts, para já no Caminho do Coração e no Poesia Viva!

Um abraço e esperamos também por si!

Isabel

poetaeusou . . . disse...

*
linda
,
regredi,
obrigdo,
,
pilipares,
,
*

gaivota disse...

isabel josé antónio
mesmo ausentes... mas presentes!
tudo de bom para os dois
beijinhos

gaivota disse...

poetaeusou
... a sério....
acho que sim! olha lá os 20 anos!!!!!!!!! não te canses!
pilipares

tinta permanente disse...

'Quando se ama uma flor que está plantada numa estrela, é bom olhar para o céu, à noite. É que todas as estrelas ficam floridas'
...
É um doa meus livros essenciais!...

abraços
www.tintapermanente.com

Oliva verde disse...

...e cada vez que se relê, encontra-se um tesouro!
Que bom recordar!
Beijinhos

Princesa disse...

Viver é enfrentar um problema atrás do outro. O modo como você o encara é que faz a diferença.

um beijo e tudo de bom

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDA MANINHA, BELÍSSIMA POSTAGEM... ADOREI....... UM MILHÃO DE BEIJINHOS PARA TI... ABRAÇO-TE COM MUITA AMIZADE,
FERNANDINHA

lilás disse...

Gosto imenso deste pequeno livro e dasuavidade dos desenhos...
Bjs

Pico minha ilha disse...

Amar é olhar-mos os dois na mesma direção e fazer algo pelos que nos rodeiam,gostei deste teu poste e volto para ler melhor, agora tenho de ir trabalhar.Tive que alterar o link,pois aquilo que escrevia estava a ser levado, só me encontras aqui pelo perfil.Beijinhos grandes e beijinhos para o pai e para o rebento novo cá da ilha,o Bernardo

elvira carvalho disse...

Faleceu, mas não morreu. Quem escreveu o principezinho, não morre nunca, fica para sempre imortalizado em cada linha do livro, e em cada memória de quem o lê.
Um abraço

Isamar disse...

É um dos meus livros de cabeceira. Intemporal.Li-o, pela primeira vez, há muitos anos e nunca mais o deixei.Lição para miúdos e graúdos.

Bem-hajas!

Beijinhosssssssssss milesssssssss

rosa dourada/ondina azul disse...

O segredo,
o que realmente é importante!!!

Bela postagem, Amiga:)


Beijinho,

Maria Emília disse...

Pelos comentários confirma-se que não há quem não conheça este livro e o seu autor. Cada vez que o lemos encontramos sempre uma nova forma de olhar as coisas e o mundo, encontramos sempre novas ideias e sugestões para meditar.
Um beijinho,
Maria Emília

Anita disse...

Está sempre disposta a dar um sorriso amigo, uma palavra de amor e optimismo em todos os momentos da tua vida, porque o sorriso é o espelho da tua alma!!!

Ai o principezinho. Livro lindissimo que nos marca a todos, crianças, jovens e adultos!!!
Beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

GarçaReal disse...

Já li o Pequeno Principe 3 vezes...E nunca me canso!!!Ele é um ensinamento de vida....

Empolgo-me sempre.

Belo post em que nos trazes este tema.

Bjgrande do Lago

RETIRO do ÉDEN disse...

Amiga, talvez ex-colega,

Esta semana veio na Gazeta das Caldas, na 1ª. página a foto "A Casa do Zé".

O 1º. livro que ofereci ao meu bebé no 1º. dia mundial da criança...em que ele já se encontrava neste mundo terra ...foi o livro o "Principezinho"

Pintei as paredes do quarto dele com frases do livro...
Essas tuas paredes estão um espectáculo! foste tu que as pintaste?

Já agora...lembras-te da Prof. de ginástica...loira com uma banana no cabelo a Prof.Rosa?
e o de matemática,o Dr.Correia,a de francês a "mes enfants", já idosa...não recordo o nome.
Economia Doméstica Helena Gouveia?
o Mestre Realinho, prof.Lalande, o prof.doutor de Química/Física que dizia que tinha brazão?...
Quero lembrar-me de mais nomes e não me ocorrem...mas eu sou muito mais velha...nunca andámos na mesma época.

Passa pelo meu "Retirito" e comenta algo. Tinha muito prazer.

Bjs.
Mer

Carla disse...

um conto que encanta miúdos e adultos

para dizer que já há post nos "Desalinho" do lançamento do livro "In-Finito Sentires"
beijo

Susana disse...

Olá!

A blogagem da Aldeia da Minha Vida foi um grande sucesso, graças à sua participação e divulgação.

Convido-o(a) a participar na próxima blogagem de Julho “ Férias na Minha Terra”.

É uma oportunidade única para demonstrar a todos que vale a pena passar férias no nosso país, especialmente na nossa querida terra, seja ela aldeia, vila ou cidade.

Inscreva-se e mande o seu texto até 7 de Julho para o seguinte e-mail: aminhaldeia@sapo.pt

Para premiar a sua participação, vamos atribuir ao melhor post um fantástico prémio e ao melhor comentário também.

Muito obrigado pela sua atenção!

Votos de um feliz dia!

Susana Falhas

Carminda Pinho disse...

Já passei por aqui tantas vezes, e só agora reparei que não tinha deixado comentário. Ai a minha cabeça! Eheheh...

Também eu gostei do Princepezinho, há tantos anos....
:)
Beijos

gaivota disse...

tinta permanente
é um livro obrigatório...
beijinhos

gaivota disse...

oliva verde
e sempre se recorda o que vamos aprendendo!
beijinhos

gaivota disse...

princesa
sim, minha amiga...
o mundo é para "entender"
beijinhos

gaivota disse...

fernanda &poemas
obrigada, maninha!
beijinhossssssssssssssssssssss

gaivota disse...

lilás
é um livro de encantos!
beijinhos

gaivota disse...

pico minha ilha
obrigada, salomé
o bernardo é lindo!
(como a mãe e comilão como o pai - palavras do pedro, o pai)
beijinhos

gaivota disse...

elvira carvalho
pois é, minha amiga, não morre... fica sempre junto de quem o lembra e relê
beijinhos

gaivota disse...

isamar
sim, minha querida, intemporal, constante e presente em todo o lado!
beijinhossssssss milessssssss

gaivota disse...

rosa dourada/ondina azul
pois é....
beijinhos

gaivota disse...

maria emília
também acredito que todo o mundo conhece e bem este livro!
beijinhos

gaivota disse...

anita
pois também acho que seduz e é mágico para crianças e gente mais crescida...
beijinhos

gaivota disse...

garça real
é sempre de reler...
uma lição inteira!
beijinhos

gaivota disse...

retiro do éden
pois também não assim tão "jovem"!
as paredes do quarto dos meus meninos foram pintadas por uma amiga, não fu eu... nem sou dessas habilidades! também tem escritas algumas frases do livro...
também tive esses profs... mas a francês foi a dra. alice freitas, português, a dra. elvira e história, o marido, o prof bento monteiro, noções de comércio, o prof barreto, etc etc
também já não me lembro...
sou assinante da gazeta, também vi e li o artigo e estive com a autora, lá sentada na zaira...
beijinhos

gaivota disse...

carla
é mesmo um conto de encantar todas as idades
beijinhos

gaivota disse...

susana
obrigada pela informação, pode ser que ainda tenha tempo de ir lá espreitar e tentar fazer alguma coisita...
beijinhos

gaivota disse...

carminda pinho
todos gostamos ainda de o reler...
ai a cabeça da gente.......
beijinhossssssssss

RETIRO do ÉDEN disse...

Ex,

Obga. pela tua passagem no "retirito".

Andávas no Curso Comercial e eu no Industrial FFeminina.

Já me lembrei do nome da Prof.de Francês...Mª.Xavier.

Não tem importância o nome em si...o que me aflige é a falta de memória...mas lembrei-me! Bravo!

Temos dois anos de diferença.
Já fiz 60 este ano.

Acabei o Curso aqui em Lisboa na Josefa de Óbidos.

Nessa altura (16) anos... custou-me muito a mudança.
Vai aparecendo e comentando que me dá muito prazer. Só comecei nestas lides em Abril 2009.
A Luna é que me incentivou a continuar...no blogue. Tenho uma imagem de Cristo desenhada por mim vê se gostas...

Bjs.
Mer

gaivota disse...

retiro do éden
então é isso... a luna é muito especial, é uma querida, uma amiga cá de dentro... como o é também o poetaeusou...
(cumplicidades mais interiores, do mesmo mar, onde também a luna veio desaguar há um ano!)
sim, minha querida, vou aparecendo sempre
beijinhos

helia disse...

Um livro maravilhoso "Le Petit Prince ", que eu li já há alguns anos e que continua na minha estante. É um livro maravilhoso adequado para leitores dos 8 aos 80 anos...

gaivota disse...

helia
dos 8 aos 8888888888888888888888000000000000000000000 e todos!!!
obrigada
beijinhos

Anônimo disse...

Ja, aller kann sein levitra rezeptfrei levitra 20mg [url=http//t7-isis.org]cialis kaufen[/url]

Anônimo disse...

Those who cannot remember the past are condemned to repeat it. (One should study history to avoid mistakes of the past).